As 12 Leis do Karma que Mudaram Minha Vida Para Sempre

As 12 Leis do Karma que Mudaram Minha Vida Para Sempre

Karma é um termo de origem oriental, mas muito popular em todo o mundo. Com esta palavra, muitas pessoas dão uma explicação para as “coincidências da vida”.

Se você derramou seu café, se você foi demitido do trabalho, você esqueceu suas chaves, ficou doente, você foi roubado quando você saiu, perdeu algo de valor, etc. Não é azar, é o seu karma.

Houve um tempo em que tudo estava indo bem para mim e me senti orgulhoso disso. Acreditando que eu poderia fazer o que quisesse, não avaliei minhas atitudes ou comportamentos.

Perdi essa conexão com minha espiritualidade que equilibrava meu comportamento e me trazia coisas boas (mesmo que eu não percebesse isso).

De repente tudo mudou. As coisas começaram a ir de mal a pior e eu não encontrei nenhuma razão para isso. Felizmente, percebi que todas aquelas ações do passado que prejudicavam os outros voltavam contra mim com mais força.

Essa experiência me ajudou a refletir profundamente sobre meu modo de agir, pensar e sentir.

Quando percebi que aquelas ações do passado estavam retornando de alguma forma, lembrei daquele princípio básico (mas nunca prestei atenção) chamado karma.o que é o karma

O que é karma?

Karma é aquela energia que vem dos nossos atos, palavras ou pensamentos. Ou seja, de acordo com o karma, todas as nossas ações criam consequências equivalentes (positivas ou negativas) sobre nós.

De alguma forma, o karma tenta explicar o drama que vivemos no nosso dia a dia como “reações” às nossas boas ou más ações.

Faz sentido, considerando que os seres humanos irradiam energia constantemente.

Nós transmitimos e absorvemos energia de outras pessoas. A energia que você transmite colide com a energia de outras pessoas e volta para você em algum momento.

Se você recebe energia negativa de alguém, é porque no passado você também enviou esse tipo de energia. Portanto, você deve sempre irradiar energia positiva, respeitosa, gentil ou ajudando os outros.

No futuro próximo ou distante, toda essa energia voltará para você.

No entanto, isso não significa que exista um tipo de entidade divina responsável por recompensar o bem e punir o mal!

Na realidade, quando você age positivamente, você cria as condições necessárias para um ambiente de paz e felicidade para você e para as pessoas ao seu redor.

Da mesma forma com ações e emoções negativas, você só condiciona a si mesmo e aos outros a uma atmosfera de pessimismo e sofrimento. O karma é muitas vezes mal interpretado como algo de outro mundo.

O karma não é um resultado, é uma ação. Quando você consegue mudar suas más atitudes e comportamentos autodestrutivos, você é capaz de mudar o curso de sua vida.

 

Qual é o símbolo do Karma?

O símbolo do carma é representado por um nó sem fim. Esta figura representa a conexão entre a causa (nossas ações) e o efeito (as consequências), em um ciclo kármico que nunca termina.

Dizem que esse ciclo é infinito porque a energia que retorna a nós novamente provoca outra reação (boa ou má), criando um novo ciclo kármico.

Este símbolo é um motivo cultural comum na Ásia, uma região onde religiões como o budismo e o hinduísmo popularizaram o conceito de karma. Este nó infinito também faz parte da roda de oração budista.

Apesar de não confiarmos no significado que as religiões dão, este símbolo representa muito bem a lei do karma.

simbolo do karma

Como funciona a lei do Karma?

A lei do karma é baseada em ações. Para cada ação, há uma reação, e é assim que o karma funciona: criando uma cadeia onde as boas decisões nos tornam boas pessoas que continuarão tomando boas decisões, e vice-versa.

As reações kármicas não são apenas sobre as coisas que acontecem conosco, elas também influenciam coisas como saúde, inteligência, status social e aparência física; bem como em nossa personalidade e crenças.

Somos livres para decidir nossas próprias ações, mas essas decisões são influenciadas por nossa personalidade que também foi desenvolvida pelas ações que tomamos no passado.

Se você fizer uma boa ação, ela voltará para você como algo positivo em sua vida. Mas se você cometer uma ação ruim, algo ruim acontecerá a você de igual ou maior medida.

Esta é a origem da ideia de que coisas boas acontecem a pessoas boas e vice-versa.

Diz até que esse retorno pode ocorrer por causa de algo que você fez em sua vida anterior. Isso explica por que coisas ruins acontecem a muitas pessoas boas também, porque elas estão pagando por algo ruim que fizeram em suas vidas passadas.

Muitas religiões se referem ao karma como “justiça divina”. Embora as religiões expressem a lei do karma de maneira diferente, todas elas partem da mesma base: é a lei cósmica de causa e efeito.

a lei do karma

Qual é a lei de causa e efeito?

O karma é baseado na lei de causa e efeito. A premissa é simples: suas ações criam energia que volta para você. 

Se você fizer algo bom, algo bom acontecerá com você, e se você fizer algo ruim, algo ruim acontecerá com você.

Toda causa tem um efeito e todo efeito se torna a causa de outra coisa. Como mencionado anteriormente, criamos as condições para que essas coisas boas ou ruins nos aconteçam.

No entanto, existem tantas crenças, religiões e culturas diferentes que é difícil definir o bem e o mal para todos.

O que você considera bom, para outro, pode ser ruim e vice-versa.

Então, como você sabe o que é bom e o que é ruim?

Aquilo que não afeta você, os outros ou o seu ambiente é bom e positivo. E o que prejudica você, outras pessoas ou seu ambiente é ruim e negativo.

Inveja, raiva, violência e ódio são atitudes negativas que apenas prejudicam as pessoas.

Aqueles que vivem com essas emoções geram uma energia ruim que retorna contra eles.

Em contraste, pessoas com bons sentimentos, como amor, compaixão ou perdão, geram uma boa energia que é recompensada de alguma forma.

Com cada pensamento, ação e emoção que nós passamos, nós lançar uma cadeia de efeitos invisíveis que resultam do nosso plano mental se manifesta em nosso corpo para o ambiente e, finalmente, atinge o cosmos.

De uma perspectiva filosófica, toda causa e efeito tem um propósito para o que vivenciamos diariamente.

Reflita sobre a energia que você espalha para o mundo, porque isso determinará seu karma.

lei de causa e efeito

As 12 leis do karma que mudarão sua vida

Estas são as 12 leis do karma que me ajudaram a mudar minha perspectiva de vida e refletir sobre meu modo de agir, pensar e sentir.

 

1. A lei de causa e efeito

Esta é a lei mais conhecida das leis do karma. Em essência, esta lei diz a você que, o que quer que você faça neste mundo, seja bom ou ruim; vai voltar para você

Isto é, se você quer paz, alegria e amor, precisa dar para receber.

É como a regra de semear e colher. Se semearmos tudo o que precisamos, colheremos o benefício de nossas boas ações (assim como as consequências das más) no devido tempo.

Agora, isso não significa que, se doarmos dinheiro para uma instituição de caridade, o dinheiro chegará até nós. Nem que, se mentirmos para alguém, outra pessoa também mentirá para nós.

A energia que enviamos de volta é muito mais poderosa.

Lembre-se da frase popular: “Aquele que semeia ventos, colhe tempestades”. O que você quer colher?

causa e efeito

2. A lei da criação

A vida requer sua participação ativa. Para ter a vida que você quer, você deve trabalhar duro, criar suas próprias oportunidades e aprender a dizer não. Não espere que eles venham sozinhos para você. Aja!

Mesmo com pequenas ações, você pode começar a gerar grandes mudanças. Não seja mais um espectador, você tem que agir constantemente.

A vida que conhecemos foi criada pelas intenções de outras pessoas. Somos um com o universo, tanto interna como externamente, nossas intenções determinam a evolução da criação.

O que está ao seu redor tem um grande impacto no seu interior. Certifique-se de ser você mesmo e se cercar do que você quer ter em sua vida. Com sua participação ativa, as oportunidades aparecerão.

lei da criação

3. A lei da humildade

Aceitação é uma virtude. Precisamos aceitar o presente e suas circunstâncias de forma humilde, em vez de forçá-los a mudar.

O que você não quer aceitar, continuará acontecendo com você.

Muitas pessoas, tendo que lidar com uma pessoa ou situação negativa, se recusam a aceitar que algo ruim está acontecendo com elas. Ao reprimir isso, ele se manifesta de outras formas, como estresse, depressão ou dor física.

Não caia nisso.

Aceite que essa negatividade está em sua vida por alguma coisa, seja para aprender com ela ou desenvolver alguma força. Concentre-se no positivo de qualquer situação negativa e reflita.

Situações negativas nos fazem amadurecer e crescer como pessoas. Tudo se soma!

lei da humildade

4. A lei do crescimento

O crescimento é um processo que requer tempo, disciplina e mudança.

Nós tendemos a pensar que para mudar nossas vidas, devemos mudar nosso ambiente, nosso carro, nosso trabalho ou nossa carreira profissional. Igualmente nas relações pessoais, para ser feliz a outra pessoa deve mudar em algum aspecto.

No entanto, tudo o que pode acontecer e nossa vida permanecerá a mesma.

A mudança é interna. Sobre a única coisa que você tem controle: seus pensamentos, sentimentos e ações. Olhando para dentro, você pode fazer os ajustes necessários para mudar seu modo de viver.

Se você encher seu coração de alegria, amor, aceitação e paz, você sentirá que não importa onde você esteja ou as pessoas ao seu redor.

Desta forma você será capaz de crescer. A verdadeira mudança só acontecerá quando você tomar a decisão firme.

 lei do crescimento

5. A lei da responsabilidade

Nossa vida é baseada em nossas ações, pensamentos e palavras. Tudo isso é um reflexo do que está dentro de nós. O mesmo acontece com tudo que percebemos em nossa vida.

Observar o que está acontecendo com você mostrará o que está acontecendo dentro de você.

Quando algo de ruim nos acontece, é porque algo está errado conosco. Não caia no papel de vítima ou culpe os outros.

É importante perceber que tudo o que nos acontece é uma consequência de nossas ações, que devemos enfrentar com responsabilidade. Resolva seus conflitos internos para mudar o externo.

Se você quer dar uma reviravolta positiva para sua vida e para as pessoas ao seu redor, seja sensato e pense antes de fazer as coisas. Você é o único responsável por sua vida.

lei da responsabilidade

6. A lei da conexão

Tudo está conectado ao universo. Nosso passado, presente e futuro também. Cada passo que damos nos leva ao próximo e assim por diante.

Por mais insignificante que pareça, todas as etapas são importantes para que uma tarefa seja executada.

Como estamos conectados no passado, presente e futuro; alguém deve fazer o trabalho inicial para poder obter o benefício do trabalho final.

Um exemplo de como essa lei funciona é a medicina. Esta ciência tem muitos anos de desenvolvimento e, graças àqueles que tiveram a iniciativa há muitos anos, as pessoas hoje desfrutam dos benefícios da medicina moderna.

O mesmo acontece com a tecnologia.

Mas não é apenas sobre indústrias, também se aplica às nossas vidas. Essa decisão de fazer aulas de desenho aos 12 anos, pode ajudá-lo agora que você tem 30 anos em seus estudos de arquitetura.

lei da conexão

7. A lei do foco

A lei do foco é baseada no fato de que você não pode fazer duas coisas ao mesmo tempo.

Refere-se à ideia de que, se nos concentrarmos apenas em nossos valores espirituais, é impossível cair em pensamentos negativos como raiva, ganância, impaciência e qualquer outra sensação que termine com o nosso bem-estar.

Pense na última vez que você estava totalmente focado em algo que lhe interessava, havia espaço para essas emoções negativas? Você se distraiu com mais alguma coisa?

Muito provavelmente não.

Quando seu foco é claro, não há tempo, interesse ou energia a desperdiçar em outras coisas. Chegando a este estado, conseguimos evitar os maus pensamentos que apenas prejudicam a nossa mente.

Concentre-se no que você é apaixonado e deseja alcançar. Vá passo a passo, mas sempre com os olhos no objetivo.

A lei do foco

8. A lei da doação e hospitalidade

Esta lei nos diz que tudo o que afirmamos acreditar deve ser manifestado em nossas ações!

Se você acredita que algo é verdade, em algum momento de sua vida você terá que provar isso.

Você terá que colocar em prática o que você diz que aprendeu. Se você não fizer isso, significa que você não acreditou nessa verdade completamente.

Você acredita em amor e respeito? Em algum momento da sua vida você terá que demonstrar amor e respeito. Entretanto, se você acredita que todas as pessoas são egoístas, você verá como você mesmo terá que mostrar seu próprio egoísmo.

Lembre-se de que, para crescer espiritualmente, é necessário estar disposto a dar sem esperar receber nada em troca. Esta é a base para o desenvolvimento de boas crenças.

lei da doação e hospitalidade

9. A lei do aqui e agora

Olhando para trás evita que você esteja no aqui e agora. Nosso corpo, mente e alma podem ficar presos no passado pensando em relacionamentos anteriores, medos, doenças, conversas e qualquer tipo de problema que já tenha ocorrido.

Quando esses eventos não são totalmente processados, sua energia mental, física ou espiritual é afetada. É importante e saudável deixar o seu passado para seguir em frente.

Todos esses pensamentos, memórias ou comportamentos de anos atrás, impedem que você tenha novos.

Uma vez que você consiga se perdoar por coisas do passado, você pode mudá-las.

Se você não direcionar energias positivas para o seu presente, sua história continuará em um caminho destrutivo.

Talvez a vida o ponha à prova, trazendo coisas do passado para o seu presente, mas se você já aceitou e superou isso, isso não vai te afetar em nada.

Aceite, perdoe e esqueça. Comece hoje!

A lei do aqui e agora

10. A lei da mudança

Nesta vida a única constante é a mudança. As histórias são repetidas a menos que aprendamos as lições do passado. Desta forma, você pode tomar a decisão de mudar sua vida.

Podemos optar por não repetir a história em diferentes áreas de nossas vidas, como profissional, emocional, social etc. simplesmente decidindo. Só então você aprenderá a direcionar seu caminho em uma direção diferente.

No final, tudo é uma questão de perspectiva. Ficar preso é uma ilusão simples.

Nada permanece o mesmo. Quando tentamos evitar a mudança, caímos em sofrimento. Nós tendemos a ser modificados por algo que já mudou. Nós temos que aceitar a mudança como parte da vida.

Deixar nossa zona de conforto pode nos trazer desconforto físico ou emocional, mas, dessa maneira, aprendemos a lidar com a mudança. Aceitar esse sofrimento do começo ao fim nos ajuda a seguir o processo de mudança e nos libertar do desconforto produzido.

 lei da mudança

11. A lei da paciência e recompensa

Não é possível criar algo de valor se você não tiver paciência. Nossa recompensa está na persistência e no trabalho duro.

Devemos notar também que a recompensa real não é o objetivo final, mas a satisfação que o que era necessário (no caminho certo e no tempo) para obter os resultados desejados.

Este ponto é importante para se perguntar o que você deseja alcançar. Você tem que determinar qual caminho da vida fará você se sentir apaixonado ou confortável com a decisão tomada.

Aquilo que desperta aquele fogo em você lhe dará energia para avançar diariamente.

Sem isso, você estará desmotivado facilmente e não terá paciência para seguir o processo. Quando foi a última vez que seu objetivo o apaixonou tanto que você se esforçou para trabalhar por sua própria iniciativa?

Atingir esse efeito fará com que você tenha paciência para esperar a recompensa chegar.

Quanto mais tempo e paciência você dedicar a algo, mais gratificante será a recompensa. Aprenda a curtir o caminho!

lei do valor e inspiração

12. A lei do valor e inspiração

A verdadeira essência desta lei nos diz quanto nível de interesse e energia colocamos nas coisas que fazemos, pois ela retornará para nosso benefício.

Se você não dá sentido às suas ações, o resultado final não terá valor. Apenas boas intenções geram um impacto positivo.

Assim, o verdadeiro valor de algo acaba sendo um resultado direto do tipo de energia e interesse que é colocado nele.

Cada contribuição individual também contribui para o todo. Essas contribuições sem energia ou interesse não impactam ou diminuem.

Você deve agir com o coração para obter algo valioso.

Essas leis do karma ajudarão você a entender mais sobre o que acontece em sua vida e em seu interior. Todas e cada uma delas são igualmente importantes.

Tenha em mente que somos livres em nossa maneira de agir, mas que toda a energia que liberamos sempre voltará para nós.

Antes de qualquer ação, pergunte-se: isso me dará um retorno positivo ou negativo?

O karma determinará tudo o que temos para resolver e enfrentar na vida. Nossas ações, intencionais ou não, criam um bom ou mau karma. Com as experiências e tendo em mente essas leis, você será capaz de melhorar a cada dia.

 

Quais dessas leis você acha que irão te ajudar a melhorar sua vida? Deixe seu comentário abaixo!

Deixe uma resposta