▷ 8 Dinâmicas Sobre Fé (Só As Melhores)

▷ 8 Dinâmicas Sobre Fé (Só As Melhores)

Se você é mediador de algum grupo e quer fazer dinâmicas que falem de fé, então a seguir você confere 8 ideias de dinâmicas simples e fáceis de fazer com grupos, que vão te ajudar a integrar as pessoas e falar um pouco sobre Deus.

1. Confiando em Deus

Para fazer essa dinâmica você precisará de: lenço ou venda para os olhos, materiais para fazer os obstáculos como cones, cadeiras, garrafas, caixas, etc. Espalhe esses objetos de forma a compor um caminho com obstáculos.

Divida os participantes em duplas. Um dos participantes vai ter os olhos vendados e o outro não. O primeiro precisará enfrentar o caminho e o segundo vai orientá-lo para que ele tente desviar dos obstáculos.

A ideia é provocar uma reflexão, pois confiar em Deus é muito importante, mesmo quando não sabemos o que está a nossa frente e caminhamos como se estivéssemos de olhos vendados.

2. Não tenha medo

Para realizar essa dinâmica não é necessário nenhum material. Deve ser iniciada pedindo que o grupo de participantes faça silêncio total. Somente o orientador é que poderá falar e ainda, de forma cuidadosa.

Todos devem formar um círculo bem justo. Se tiverem muitos participantes, semicírculos podem ser formados no centro, de forma que todos fiquem bem próximos um do outro.

Um participante deverá ficar no centro, fechar os olhos e soltar o seu corpo de forma que ele caia com o peso natural. Os demais do grupo deverão segurá-lo para que ele não caia no chão.

Alguns participantes terão muita dificuldade em fazer isso, mas deve-se insistir com eles, pois a reflexão desta dinâmica é justamente sobre a confiança em Deus, não podemos vê-lo, mas devemos confiar que ele irá nos proteger dos perigos.

3. Por que Deus não me responde?

Essa é uma dinâmica para ser feita com crianças. Para a realização dessa dinâmica você irá precisa de um saco com doces como balas, pirulitos e bombons.

Você deve oferecer os doces as crianças e dizer que todos irão ganhar os doces, mas que para isso precisam pedir de forma educada. Dessa forma, quando elas começarem a pedir pelos doces você dará a apenas algumas, enquanto as outras dirá que não ganharão nesse momento ou 1que precisam esperar para ganhar, mesmo que os doces estejam ali.

A ideia é trazer uma reflexão sobre o tempo de Deus e a importância da oração. Muitas vezes queremos as coisas de forma imediata, mas precisamos confiar no poder das nossas orações e estar conscientes de que Deus fará as coisas no tempo certo.

4. A chave é a oração

Para realizar essa dinâmica, você vai precisar de um cadeado, várias chaves, uma caixa que possa ser trancada com esse cadeado e objetos de valor, mesmo que pequeno. Na chave que abre o cadeado faça uma pequena inscrição com a palavra “oração”.

A ideia é fazer com que os alunos compreendam que as chaves são meios de conseguir alcançar algo e que as chaves corretas podem abrir os locais desejados. Mas, uma chave é especial, é aquela que vai nos levar a viver o que nós mais desejamos, essa chave é a oração.

5. Não deixe cair a bola

Para realizar essa dinâmica será necessário bexigas, papel e canetas.

Você deve iniciar entregar para cada um dos participantes uma bexiga e um pedaço de papel. Eles devem escrever nesse papel um pedido de oração e depois colocar ele dentro da bexiga e enchê-la. Tanto o pedido de oração quanto a bexiga precisam estar identificados.

Coloque os participantes em círculos e peça que joguem para cima as bolas, impedindo que elas caiam no chão. Depois de um tempo que você pode cronometrar peça que cada um pegue uma bexiga que não seja a sua e faça o mesmo, jogando-a para cima e impedindo que ela venha ao chão.

Essa dinâmica visa promover uma reflexão sobre a importância de cuidar de si, mas também das necessidades do outro. Ao final, cada um deve pegar o pedido de oração de outro amigo e levar para casa para orar por ele.

6. Parcerias

Essa dinâmica deve ser realizada em uma sala ampla. Os participantes precisam formar duplas e em seguida, cada um deve orar por si mesmo e pedir algo a Deus.

Em seguida eles devem pedir novamente a Deus, mas estender tudo aquilo que pediram para si mesmo também para a sua dupla.

A dinâmica visa compreender a necessidade de se orar pelos outros também e nunca apenas para si mesmo.

7. A luz é maior do que o medo

Para a realização dessa dinâmica, você precisará de velas, fósforos e de duas bexigas. As bexigas precisam ser enchidas e depois escondidas. As luzes da sala devem ser apagadas, de forma que todos fiquem no escuro. Os participantes devem ficar em silencia e então uma das bexigas deve ser estourada.

Em seguida, acenda uma vela e pergunte quem se assustou e porque isso aconteceu. Entregue então uma vela para cada um e acenda-as. Depois disso, estoure a outra bexiga.

Deve ser feita uma reflexão sobre a importância da vela, que ali representa Jesus em nossas vidas. E uma comparação entre o momento sem a luz da vela e depois com ela.

8. Dinâmica da Fé

Para a realização dessa dinâmica será necessária uma vela pequena, uma de sete dias, uma pedra de gelo grande, uma pedra de cristal e uma pedra de rio.

Acenda as duas velas e peça que os participantes as observem. Peça que eles apontem as diferenças entre elas. Diga a eles que o tamanho da chama não depende de qual é o tamanho da vela.

Coloque diante deles agora as três pedras, a de rio, a de cristal e a de gelo. Peça que eles as observem e que apontem quais são as diferenças existentes entre elas. Leve adiante este assunto para uma reflexão sobre a resistência dessas pedras, especialmente com relação ao gelo derretido. Compare a fé com as duas situações.

Deixe uma resposta